Veja o que você precisa cuidar para não errar no processo de seleção de colaboradores

Estava passando em frente a um estabelecimento comercial e havia um cartaz em frente à loja com o seguinte comunicado:

undefined

Fiquei pensando! Porque não. Selecionam-se Pessoas! E ao mesmo tempo fiquei me perguntando quantas pessoas POTENCIALMENTE QUALIFICADAS ficariam interessadas por esta oportunidade!

Na mesma semana visualizei este chamado nas mídias sociais: 

undefined

e aí deixava os endereços para os contatos.

Ambos os estabelecimentos comerciais tinham as mesmas características, porém a FORMA com que esta segunda empresa investiu no chamado foi muito mais atrativa.

Existe uma frase que eu não sei de quem é que diz: Não corra atrás das borboletas; plante uma flor em seu jardim e todas as borboletas virão até você.

Assim também é o processo de seleção de uma empresa. 

E por que fala-se em PROCESSO DE SELEÇÃO?

Por que são etapas que precisam ser pensadas e estruturadas. É como se você estivesse chegando na fase adulta e desejasse encontrar sua alma gêmea. Se você fizer este processo de qualquer jeito, ou seja, sem nenhum critério, é muito pouco provável que acertará e não é por acaso que grande parte dos casamentos não são funcionais. 

Agora se você tem claro os caminhos que você precisa seguir e percorre-os, certamente irá mais acertar do que errar.

E quais são estes caminhos para encontrar bons candidatos:

  • PRIMEIRO PONTO

Precisa estar claro o que você espera da pessoa ou função. Tenha isto escrito – pois facilita para quem ajuda no processo de seleção e recrutamento.

Divulgue esta oportunidade ao maior número de pessoas possíveis e crie um chamado que desperte o interesse das pessoas por esta oportunidade.

Dedique tempo para este processo de recrutamento, pois quanto mais tempo você dedicar nesta etapa, mais você vai ganhar depois de contratado o candidato. É como aquelas corriqueiras expressões que são usadas no planejamento estratégico das empresas, que diz: quanto mais tempo você se dedica no planejamento, menos tempo você precisará para a execução. É mais ou menos assim.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Veja este exemplo de uma vaga de vendedor:

Você pode pensar!! Mas vendedor é vendedor: não precisa escrever nada.

Mas tem vendedor que só vende.

Tem vendedor que vende e recebe.

Tem vendedor que vende, recebe, controla o estoque.

Tem vendedor que vende, recebe, controla o estoque, arruma vitrine, e assim vai...

Agora eu pergunto: É tudo a mesma coisa?

Talvez você até pense que sim. Por que você se considera um exemplo! Que iniciou a empresa fazendo todas as atividades ou se tornou um Gestor fazendo tudo. Só que estas não são competências da grande maioria das pessoas e é pouco provável, se a sua necessidade for este último exemplo, que você encontre MUITA dificuldade de encontrar um candidato com todas estas características.

Este exemplo que eu estou falando refere-se ao primeiro item que eu acabei de citar que é clareza do que você precisa.

E por que? porque selecionar pessoas que trabalham diretamente com o dinheiro da empresa, requer alguns cuidados específicos, não que as demais atividades não requeiram, porém, contratar alguém que tem problemas na administração de sua vida financeira, você vai concordar comigo que a TENTAÇÃO para esta pessoa é muito grande e não necessariamente ela se sentirá tentada em outro lugar.

Então estas são as razões pelas quais demandam estes cuidados.

E quando você como gestor ESPECIFICA estas características facilita o processo para você e também para quem lhe ajuda neste processo de seleção. Porque são coisas IMPORTANTES de se observar nos currículos e até mesmo nas entrevistas.

  • SEGUNDO PONTO

Um dos maiores erros que os gestores comentem quando não contam com experts em RH para ajudar no processo de recrutamento e seleção é não divulgar muito a vaga, para não atrair muitos candidatos.

Concordo que entrevistar muita gente ou analisar um grande número de currículos demanda tempo e muitas vezes é um “saco” porque parece que as pessoas não tão qualificadas vêm em bando. É comum por exemplo, fazer 20 entrevistas e não encontrar a pessoa que você almeja para o cargo.

Porém, você precisa ter claro uma coisa: a probabilidade de encontrar uma pessoa qualificada num universo de 5 é muito pequena. Agora num universo de 50 é muito maior.

undefined

Portanto, se você não conta com um profissional de RH para te ajudar, você tem duas opções: ou você dedica este tempo ou você terceiriza. Mas não deixe de investir fortemente neste processo.

  • TERCEIRO PONTO

Outro fator importante é que quando você divulga maciçamente uma vaga você acaba fazendo uma pesquisa INDIRETA de como a sua empresa é vista no mercado para se trabalhar.

Se quando você divulga a vaga aparecem bons currículos é um ótimo sinal, mesmo que depois você não consiga cobrir a proposta destes candidatos.

Agora, se você não consegue atrair as pessoas que você gostaria, é sinal que empresa necessita rever duas coisas: o seu grau de exigência ou os seus processos. É comum, por exemplo, quando uma vaga é divulgada de forma sigilosa, ou seja, sem o nome da empresa, o candidato no contato dizer: se for para esta empresa ou com esta pessoa eu não quero trabalhar.

Então, reavalie seu processo de seleção e tenha colaboradores capacitados em sua empresa.



#conteudo2#

#htmlPersonalizado#